Centro Educacional Azevedo Lima Tel: (21) 2605-6415

Uma Tragédia Assola Nossos Lares!

  • 3/15/2019
  • 5:24:19 PM

São Gonçalo, 14 de março de 2019.

 

Aos responsáveis do CEAL, uma reflexão:

Uma tragédia assola nossos lares! Uma tragédia leva nossos maiores tesouros, nossos filhos, a um estado emocional devastador! Vocês vão ficar ai parados? Vocês vão fingir que não estão vendo e entendendo esse abismo que grita em eco para nossos lares? Atenção!

 

As estatísticas apontam proporções epidêmicas, não para de crescer o número de crianças e jovens com problemas na saúde mental, com TDAH, com depressão, suicidas e por ai vai... Ralo a baixo o equilíbrio e a felicidade que buscamos para nossos filhos.

 

Onde está o erro? Essa é a pergunta que não quer calar. Pare e pense:

 

As crianças de hoje são privadas dos conceitos básicos de uma infância saudável, como:

Pais emocionalmente disponíveis;

Limites claramente definidos;

Nutrição equilibrada e sono adequado;

Movimento em geral e ao ar livre;

Jogos criativos, de interação social ou mesmo oportunidades não estruturadas e espaços para o tédio.

 

O que fazer?

Vamos trazer os nossos filhos de volta como indivíduos felizes e saudáveis, temos que acordar e voltar ao básico. Ainda é possível!

 

*Defina limites! Seus filhos se sentirão mais seguros sabendo que você está no controle.

*Ofereça um estilo de vida equilibrado. Não tenha medo de dizer NÃO aos seus filhos se eles querem o que não precisam.

*Gere oportunidades para socializar! Desfrute de um jantar familiar diário! Sem tecnologia para privá-los da companhia um do outro.

*Jogue jogos de tabuleiro como uma família! Interajam e exercitem a resiliência familiar. Regras são importantes.

*Implementem a rotina do sono! Mantenham os tels. desligados ou longe, neste momento, para que não sejam distraídos e tentados a se manterem acordados.

*Ensinem responsabilidade e independência. Não os proteja excessivamente. O erro ajuda a desenvolver e resiliência e a aprender a superar desafios.

*Não carregue a mochila dos seus filhos, não lhes leve a tarefa que esqueceram, não descasque as bananas se eles podem fazer. Em vez de dar-lhes o peixe, ensine a pescar.

*Ensine a esperar! Atrase a gratificação.

*Gere oportunidade para o tédio. Este é o momento em que a oportunidade desperta.

 

TORNE-SE UM REGULADOR OU TREINADOR EMOCIONAL DE SEUS FILHOS. Ensine-os a reconhecer e gerenciar suas próprias frustrações e emoções.

 

Texto extraído de: Há uma tragédia silenciosa em nossas casas, de Luis Rojas Marcos / Médico

 



Ceal e professor Venicyus... C...
Dia das Bruxas...
Doações ao Abrigo Cristo Reden...
CEAL 23 Anos...
O judô do Ceal subiu ao pódio...
Jogos Estudantis CEAL 2019...